terça-feira, 11 de agosto de 2015

Um dia em Londres

Continuando os relatos do meu Mochilão pela Europa, vocês hoje vão ler sobre o meu próximo destino após Dublin: Londres!
Já começo esse post dizendo que Londres foi a minha cidade preferida de todo o intercâmbio, então vocês poderão imaginar o quanto foi boa a minha estadia por lá.

Chegamos por lá no dia 30 de junho, a véspera do meu aniversário, e fomos recebidas por um velho amigo da minha família que já mora em Londres a 10 anos, o Rogério. Londres possui 5 aeroportos, e a maioria deles fica  a pelo menos uns 30 km do centro da cidade. Nós chegamos pelo Luton Airport, que fica cerca de 50km ao norte do centro de Londres. 
Para sair do aeroporto para a cidade, nós escolhemos comprar bilhetes da National Express, uma companhia de ônibus que faz translados por lá. Os bilhetes custaram cerca de 6 libras por pessoa,  sempre há ônibus em vários horários, e você pode comprar os bilhetes no guichê da empresa por máquinas, ou com o próprio atendente.



 Assim que deixamos o aeroporto Luton e chegamos ao centro de Londres, descemos na Victoria Coach Station, ou no bom e velho português, a estação de ônibus Victoria. Essa estação fica em uma posição bem central de Londres, e perto (menos de 5 min a pé) da estação de metrô de mesmo nome, Victoria.
Fomos pegar um metrô, e fomos até a casa Airbnb que ficaríamos hospedadas. Nossa casa era nas proximidades de Bow Church, e por isso tivemos de pegar o metrô. Para o metrô de Londres, se você for ficar por muitos dias na capital inglesa a melhor solução é o Oyster Card. Não sou a melhor pessoa para explicar o funcionamento do Oyster, e por isso recomendo que você redirecione sua leitura para o blog Londres para Principiantes nestes links AQUI e AQUI.


Grosseiramente falando, o Oyster Card funciona assim: Você recarrega alguma quantia de dinheiro nele e pode andar de metrô e ônibus pela cidade a vontade, 1, 2, 10, 15, 20 vezes. No entanto, por dia são debitado do cartão 6 libras mais ou menos. Claro que se você andar uma vez, você vai pagar o valor de só uma viagem. Ah, lembrando que você paga 5 libras pelo cartão, além do valor recarregado, mas quando sua viagem acabar, você pode devolver o cartão e ter seu dinheiro de volta sem problemas.

Após fazer o cartão e pegar o metrô, chegamos na casa. Tivemos problema neste momento, pois o Host não morava na casa, e não estava lá para nos recepcionar. Nem eu nem Vivi tínhamos como falar pelo celular, pois estava fora de área. Por sorte, Rogério estava com a gente e conseguiu ligar para o nosso Host, que veio, abriu a porta para nós, nos entregou as chaves e mostrou a casa. É muito importante para quem vai de Airbnb ter um chip com Roaming já ativado, e entrar em contato com o host cedo para acertar a chegada.
A casa era novíssima, limpa e muito arrumada. Deixamos as coisas e saímos para conhecer a cidade.

Palácio de Buckingham



Nossa primeira parada foi o Palácio de Buckingham, e eu fiquei encantada, pois é realmente muito lindo, a começar pelos jardins e parques. Tiramos muitas fotos, e de lá já fomos conhecer os pontos que são os cartões-postais da cidade: Big Ben e London Eye.
Me impressionei totalmente com o Big Ben. Eu não esperava que ele fosse tão lindo e magnífico quanto é! Pelas imagens que eu vi, imaginava que fosse velho, e de uma pedra amarronzada, mas assim que o vi, achei magistral, imponente e lindo!Aproveitamos para tirar muitas fotos por lá dos monumentos e nas cabines telefônicas lá perto.



Fomos depois a um dos vários parques que tem por Londres, sentamos no gramado e comemos nossos sanduíches. No Reino Unido esta é uma prática muito comum, as pessoas levam seus almoços, e comem enquanto conversam e tomam sol.
Dali, fomos conhecer a famosa avenida Piccadilly Circus, e no caminho passamos pela Leicester Square. Havia muita gente por lá,  muita gritaria, e eu não estava entendendo o que estava acontecendo. Ainda me lembro de perguntar a Vivi:

- Será que é algum ator famoso?

Assim que fomos nos aproximando, me dei conta do que estava acontecendo: Ali, no dia 30 de junho, estava acontecendo a divulgação de Magic Mike em Londres.
Eu não podia acreditar!!! E na verdade só acreditei quando olhei para o telão e vi a cara de Matt Bomer estampada enquanto autografava algumas coisas. Quase tive um treco!! Subi em uma grade para conseguir tirar fotos dos atores, mas havia muita gente por lá, o que dificultou muito, então a maioria das minhas fotos foi do telão.
Aquele foi um dia memorável e um dos melhores que vivi: Véspera do meu aniversário, em Londres, vendo os atores de Magic Mike pessoalmente.



 



Bem, após essa loucura e euforia, fomos conhecer finalmente a Piccadilly Circus, e outras ruas importantes de Londres. Fomos à Hamleys, a maior loja de brinquedos do mundo, e achei fantástica. Ela tem vários andares e possui itens colecionáveis de Harry Potter, Senhor dos Aneis, Game of Thrones, vários LEGOs...
Depois de ficar algum tempo admirando tudo por lá, fomos rapidamente ao SOHO para conhecer, e depois casa. Eu ainda tinha as bolhas que Dublin me deu, e meu pé doía ao ponto de eu ter que mancar enquanto andava. Aquele tinha sido apenas o primeiro dia e já havia sido fantástico!

Nenhum comentário:

Postar um comentário