segunda-feira, 18 de maio de 2015

Você pediu e eu escrevi: Pessoas!

Olá olá a todos!!

Já dá para acreditar que estamos no meio de Maio????
Impressionante que os dias estão cada vez passando mais rápido e quando nos damos conta, mais um ano se passou!
Mas enquanto o tempo continua passando, eu atualizo vocês sobre como estão as coisas do lado de cá! Bem, aqui rolou a Queima das Fitas, evento que celebra a formatura dos estudantes daqui (e que eu escreverei em breve); houve também a The Color Run, a corrida colorida que foi uma experiência muito engraçada (e que também será escrita por aqui); e recentemente, eu peguei uma dor de garganta daquelas que não me deixa nem falar!

Mas eu já estou me cuidando, então não temam, nem se preocupem por aí no Brasil!
Enquanto eu crio coragem para escrever sobre os eventos que falei,  vou abrir uma sessão aqui no Blog que se chama VOCÊ PEDIU E EU ESCREVI. Eu já queria fazer isso a um tempo, mas nunca recebo pedidos concretos do que escrever. Essa sessão funciona assim: Você me pede para escrever sobre um determinado assunto e eu escrevo. Simples, fácil e prático.

Hoje eu vou escrever a pedido da minha colega e amiga Mariana Santana (beijo Mari!), que me pediu para escrever sobre as relações com as pessoas aqui: Como fazer amizade, como as pessoas são, etc, etc.

Inicialmente, digo a vocês a maior verdade de todas: Os portugueses são realmente pessoas fechadas. Eles não fazem amizade facilmente, e quase nunca te integram quando você está em um ambiente que não conhece ninguém.  Eu digo isso com base no que muitos amigos brasileiros já conversaram comigo, e quase todos se queixaram do quanto é difícil fazer amizade com eles.
As pessoas de outros países, por outro lado, geralmente são mais acessíveis e integram melhor as pessoas. Não é a toa que os brasileiros andam todos juntos, e a gringalhada daqui também.

Pessoal brasileiro reunido em comemoração de aniversário 

As melhores formas para se aproximar dos portugueses são:
1. Quando eles estão bêbados
Eles sempre são mais alegres, mais gentis e simpáticos quando estão bêbados. SEMPRE.

2. Quando está no fim do semestre, a turma toda já viu sua cara e sabe que você não é má pessoa
Pra vocês terem ideia, só estou me integrando melhor com os colegas por agora!!!
Certa vez, conversando com um colega, Vivi ouviu que o pessoal daqui leva um tempo para se abrir, mas que após esse período, eles são super simpáticos. Bem, amigos, tenho de dizer que isso é verdade.
3. Na Queima das Fitas. Mas eles estão sempre bêbados na Queima, então é o mesmo do ponto 1.
O ponto 1 já contempla este ponto. Durante e depois da Queima das Fitas, o pessoal costuma estar mais aberto e por isso é mais fácil que você consiga interagir com os colegas.


Mais brasileiros que conheci por aqui em Coimbra... Nós (brasileiros) estamos sempre agrupados

 Aquele velho mito que escutamos aí no Brasil de que os portugueses não gostam de nós é - em parte - verdade. E eu digo em parte porque aqui encontrei muitos portugueses simpáticos e maravilhosos, assim como encontrei aqueles que não gostam de nós. Ou seja, não se pode generalizar a relação Brasil-Portugal com apenas o que ouvimos.
Me lembro que quando eu estava para vir, muitos amigos alertaram que eu encontraria pessoas grossas e estúpidas, e por isso, eu já vim preparada para o que encontraria. Mas a verdade é que me deparei com pessoas maravilhosas e muito simpáticas por aqui, que me fizeram repensar sobre todos aqui.

Dica: Se você está vindo morar em Portugal, então busque se integrar em atividades extracurriculares. Procure um curso de línguas, artes, dança, ou um ginásio (academia) para se integrar. Esses são ambientes que você encontrará gente diferente, e poderá fazer boas amizades por aqui! (:
Para quem procura paquera, essa dica também é válida. Além de frequentar esses espaços, tente participar das festas que sempre rolam pela cidade. Toda semana os clubes fazem festa, e é uma ótima oportunidade para isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário