segunda-feira, 27 de abril de 2015

Parte 4 do Mochilinho em Portugal: Aveiro

Olá olá pessoal!


Eu sumi? Acho que sim, mas ainda estou por aqui.
Então, vim contar a vocês mais um pouco da minha trip por Portugal (a penúltima parte, porque ainda falta a última cidade!)

Aveiro

Nós saímos de Porto no dia 05 de abril e chegamos em Aveiro neste mesmo dia. De cara, me deparei com o único ponto negativo da cidade: Não há rodoviária em Aveiro!!!!
A princípio achei terrível, e ainda acho, mas penso que as pessoas podem se virar bem da forma que é. Bem, para quem ficou curioso, para tomar autocarro em Aveiro, você toma em um ponto ao lado do shopping da cidade, e compra os bilhetes em uma loja ao lado do ponto. Essa loja é tipo uma banca de revista. Estranho.


Assim que chegamos a Aveiro, fomos atrás do local da nossa hospedagem. Com facilidade nós o encontramos e já nos acomodamos. Um ponto ruim: tinha cheiro de mofo. Ponto positivo: A cama era deliciosaaaaa!!
Depois de nos instalarmos, fomos ao shopping comer alguma coisita, voltamos pra "casa" e fomos dormir.

No dia seguinte, dia 06 de abril, véspera do aniversário de Vivi, minha companheira de viagem, nós fomos conhecer a bela Aveiro. Como o check-out da hospedagem era as 12h, e nosso autocarro para o próximo destino saia as 17h, nós precisávamos achar um local para guardar as bagagens.
Por sorte, fomos no centro de atendimento ao turista e conseguimos guardar nossas mochilas por lá. E a melhor parte, de graça! 
Para quem não sabe, muitos lugares aqui na Europa te cobram para guardar a bagagem, ou na melhor das hipóteses, eles te cobram caução.




Bem, livres das malas, fomos conhecer a cidade. Aveiro é uma cidade pequena, então rapidamente conhecemos o seu centro e gostamos muito. Só agora escrevendo aqui no blog é que percebi o quanto que gostei de Aveiro. A cidade é muito bela, e é conhecida por ser a Veneza Portuguesa por causa dos canais que ela possui.
Ah, e claro, o melhor doce típico português é de Aveiro: Ovos moles.
Quem vem a Portugal, por favor, não deixe de comer os Ovos moles de Aveiro.

Para quem ficou curioso: Aí está os Ovos Moles

Como era véspera do aniversário de Vivi, ela disse que queria muito ir na praia. Fomos ao ponto do autocarro e esperamos o carro que iria para Costa Nova, uma praia próxima a Aveiro. O autocarro logo chegou, e dentro dele compramos os bilhetes. Não tenho os valores exatos, mas creio que foi menos de 3 euros.
Fomos conversando pelo caminho e admirando a paisagem, e logo chegamos ao nosso destino, Costa Nova, com suas casinhas listradinhas nos encantou. Andamos um pouco em busca do mar, e nos deparamos com uma paisagem incrível! Tivemos que tirar os sapatos e por os pés na areia. 




Eu e minhas sardas =P


Na verdade, estávamos como duas crianças, reencontrando o mar depois de quase três meses longe dele. Ah, e constatamos algo que já tínhamos ouvido: A água do mar daqui é impossivelmente gelada. Não consigo entender como as pessoas daqui entram no mar! HAHAHA.

Esta é a tripa daqui
Após longos minutos em contato com o mar, fomos experimentar duas comidas típicas de Aveiro: Tripa e Bolacha Americana. A tripa não é como a tripa do Brasil, aliás, é bem diferente. A daqui é como um crepe recheado como a pessoa desejar. E Bolacha Americana parece uma casquinha de sorvete no formato de uma tapioquinha recheada. HAHAHA difícil de explicar, mas garanto que ambas são deliciosas.



Depois de comer e nos deliciar, pegamos um autocarro e voltamos a Aveiro. Por lá, fomos andar de Moliceiro, que são as "gôndolas" da Veneza Portuguesa. Pagamos 8 euros cada uma por um passeio de 40 minutos mais ou menos, e valeu totalmente a pena. Recomendo que façam esse passeio, pois é delicioso e bem humorado.
Ao fim do passeio de Moliceiro, nosso tempo em Aveiro havia acabado, e nos dirigimos para partir para o próximo destino!




Um comentário:

  1. Olá! Onde fica o centro de atendimento ao turista em Aveiro? Será que consigo guardar malas grandes lá? Obrigado!

    ResponderExcluir