sexta-feira, 10 de abril de 2015

Mochilinho em Portugal: Primeiro dia!

Oioi gentiiii

Se você é minha mãe, um amigo próximo, ou algum familiar e neste momento se pergunta por onde eu tenho andado, então aqui estou eu!
Sumi por alguns dias, talvez até por uma semana, mas estou aqui de volta pra contar tudo o que rolou comigo. Chega mais pra você saber também!

No último dia 07 agora em abril, foi o aniversário de Vivi aka Vivi Reclama Pelo Mundo, a minha companheira de viagem e irmã. Para comemorar a data, resolvemos fazer algo especial e aproveitar as "Férias de páscoa" que a UC nos deu nessa última semana.
Sentamos uma noite em frente ao computador, abrimos o Google Maps e começamos a traçar os destinos que iríamos. Decidimos que como o tempo era curto - assim como o dinheiro - não poderíamos fazer um passeio muito longe, então decidimos fazer um pequeno mochilão por Portugal, que eu apelidei carinhosamente de "Mochilinho".

Traçamos então um roteiro por cinco cidades portuguesas, e começamos a ver a melhor forma de ir a todas, bem como transporte e hospedagem. Claro que procuramos tudo bem barato mas que também fosse confortável, afinal, nenhuma de nós queria uma lembrança medonha de ter dormido em um sofá velho na viagem de aniversário de Vivi.
Decidimos que nós iríamos nos locomover de autocarro (ônibus), e eventualmente de comboio (trem). Para hospedagem, utilizamos um site muito bem indicado pela senhora que moramos, Fátima, que é o AIRBNB. O Airbnb é um site  de alojamentos e anfitriões em que você anuncia um quarto da sua casa e recebe hóspedes de todo lugar do mundo para se hospedar nele. É como se você fosse dona de uma pousada por um curto período de tempo.

Esse site é ótimo, e é ideal para quem gosta de receber pessoas, tratá-las bem e conhecer novas pessoas. Fiz o meu cadastro no site e procurei hospedagem em todos os lugares que fomos visitar.  Todos os Anfitriões me responderam logo e foram muito gentis. Para pagar a reserva, existem vários métodos, e eu escolhi um que é fácil e serve para pessoas com diferentes moedas: Paypal.

Reservas feitas, destinos definidos, aguardamos o dia da viagem, e no dia 01 de abril, embarcamos na nossa aventura por Portugal.
Continua acompanhando que eu vou contar os detalhes!



Braga

Nosso primeiro destino não seria Braga. Inicialmente pensamos em ir para Viseu, mas no dia da viagem tudo que tinha que acontecer para dar errado deu! Não conseguimos um taxi para a rodoviária, perdemos o primeiro autocarro, o ônibus teve um problema e precisou voltar... Enfim, trocamos o bilhete para Braga sem dramas e fomos.
Por sorte, não tínhamos reservado hospedagem para Viseu, pois o nosso plano seria passear pela cidade durante o dia e a noite embarcar para Braga. Pulamos essa etapa e fomos direto, o que foi ótimo.
Nosso anfitrião em Braga foi o Luís, um senhor muito simpático com uma belíssima casa muito organizada e Limpa. Não tive problemas com ele, pois ele foi gentil desde antes da nossa chegada. Assim que chegamos e descarregamos as coisas, procuramos logo um Pingo Doce (supermercado. Já falei sobre ele em outro post) para comprar comida para a nossa estadia lá. Recomendo essa estratégia para quem quer fazer mochilão e viagens pela Europa, pois comer em restaurante gasta bem mais do que se você comprar o que comer nos mercados.

Foto: Naty pelo Mundo

Foto: Naty pelo Mundo

Foto: Naty pelo Mundo


Assim que compramos, viemos pra casa pois nosso amigo italiano Elia estava indo a Braga nos encontrar. Ele ficou hospedado com nós na casa de Luís e passeou conosco durante os dias que estivemos na cidade.
No dia seguinte, na quinta feira de páscoa, fomos passear pela cidade e conhecer a famosa páscoa de Braga. Me encantei pela cidade, pois ela é linda, organizada, limpa, e as pessoas são muito simpáticas. Visitamos muitas igrejas, ouvimos cantos gregorianos, tiramos muitas fotos.

Santuário do Bom Jesus do Monte/ Foto: Naty Pelo Mundo

A tarde, após um ótimo almoço no centro de Braga (que foi um pouco pesado para os nossos bolsos porque eu e Vivi nos empolgamos um pouco), fomos até a Avenida Liberdade para tomar um autocarro até o ponto turístico mais importante de Braga: Santuário do Bom Jesus do Monte.
O autocarro foi bem barato, cerca de €1,65. O lugar é lindíssimo e pudemos tirar muitas fotos com nossos amigos (agora tínhamos a companhia de Antonio, outro italiano amigo de Elia). 

A noite os meninos quiseram assistir à procissão e comer fora, mas eu estava exausta, então Vivi voltou comigo pra casa de Luís. Comemos em uma cafeteria perto da casa dele e fomos descansar para viajar novamente no dia seguinte.


Antonio, eu, Elia e Vivi/ Foto: Naty pelo Mundo

Foto: Naty pelo Mundo

Foto: Naty pelo Mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário